VÍDEO: Power trio carioca, Barba Ruiva, lança lyric video sobre liberdade sexual - Outro Indie

Se liga

Post Top Ad

Post Top Ad

22 de setembro de 2017

VÍDEO: Power trio carioca, Barba Ruiva, lança lyric video sobre liberdade sexual

Um power trio que explora o potencial da canção, em um encontro de letras e arranjos intensos. Assim é o Barba Ruiva, banda carioca que começou a divulgar seu aguardado álbum em agosto. Após o bem recebido single “Sonho do Sonho”, presente em playlists de novos sons do indie brasileiro, agora lança “Just Fuck”, outra ousada amostra do potencial do disco que vem por aí. Para completar, a canção estreia com um lyric video.

No novo single, a letra explora o conceito de liberdade sexual e amorosa, enquanto bateria, baixo e guitarra fazem um diálogo psicodélico, entregando as inspirações rock n’ roll e blueseiras da banda. A música surgiu de um poema, escrito em inglês pelo vocalista e guitarrista Rafael Figueira, retomando sua vivência de mais de seis anos nos Estados Unidos.

Barba Ruiva: Foto Tai Fonseca


“Quando componho é algum poema que escrevi e resolvi musicar. Essa letra traz uma ideia de liberdade, é um contraponto aos relacionamentos que aprisionam, com a ideia de defender a própria liberdade. Fiz uma canção simples, no formato meio blues. O inglês é uma segunda língua pra mim, o tempo que morei fora do país influenciou muito. Não foi pensado para ser inglês, foi natural”, explica Rafael.

O ritmado blues da faixa é fruto das pausas na bateria, que trazem leveza ao arranjo. Aline Vivas conta que a composição transparece uma forte influência de Bob Dylan, com uma pegada visceral característica da banda. Já o baixo entrou nessa mistura intuitivamente: “A linha de baixo nasceu bem blues, bem simples. Depois de um tempo criamos um arranjo com pausas, com um brilho a mais”, explica Leonardo de Castro.

Agora será possível conferir a canção nas principais plataformas de streaming de música, dando mais um gostinho do primeiro álbum do Barba Ruiva, homônimo e previsto ainda para o segundo semestre. O disco faz um panorama do trabalho em progresso do Barba Ruiva, de 2005 até aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad