Pato Fu lança "Música de Brinquedo 2" - Outro Indie

Se liga

Post Top Ad

Post Top Ad

4 de setembro de 2017

Pato Fu lança "Música de Brinquedo 2"

Já está disponível em todas as plataformas digitais "Música de Brinquedo 2", novo álbum do Pato Fu

A segunda edição de “Música de Brinquedo” dá continuidade ao inventivo projeto da banda mineira, que faz releituras de clássicos nacionais e internacionais utilizando instrumentos em miniatura ou de brinquedo. Fernanda Takai, John Ulhoa, Ricardo Koctus, Glauco Mendes e Richard Neves gravaram o álbum no estúdio 128 Japs (Belo Horizonte), com produção do próprio John Ulhoa. O repertório traz 11 faixas, entre elas "Palco" (Gilberto Gil), "Every Breath You Take" (The Police), "Rock da Cachorra" (Léo Jaime) e "Mamãe Natureza" (Rita Lee).

Pato Fu por Dudi Polonis


O Música de Brinquedo está de volta. Teclado com som de gatinho, galinhas cantantes, mini-instrumentos, vocais infantis lindamente desafinados e a já conhecida expertise do Pato Fu em criar versões “de brinquedo” para clássicos do mundo inteiro. O repertório adulto somado à sonoridade em miniatura resulta mais uma vez em diversão garantida para pais e filhos. Sem exclusões, todo mundo no mesmo quadrado, já que a música tem muitas camadas para todas idades, cada turminha com sua história. Da mesma forma, cada autor das canções ganha com essas versões uma espécie de homenagem, uma apresentação em embalagem de luxo para as novas gerações.

O Pato Fu continua sendo formado pelo núcleo original Fernanda Takai, John Ulhoa e Ricardo Koctus. Glauco Mendes (bateria) e Richard Neves (teclados) completam o time, que gravou esse disco mais uma vez no estúdio próprio, o 128 Japs, com a produção do John. 

A participação especial de crianças nos vocais dessa vez ficou a cargo de novíssimos fãs, a maioria deles filhos dos primeiros membros de fãs-clubes do Pato Fu, além de sobrinha e filhotinhos da última ninhada, convidados pela banda a conhecer o estúdio e soltar a voz com o máximo de espontaneidade possível. 

Como já era de se esperar, as soluções para reproduzir arranjos clássicos usando brinquedos são as mais diversas possíveis. Maluquice musical é o que não falta. Com o perdão da palavra, a bunda de uma galinha de borracha virou uma zabumba em Severina Xique-Xique, clássico de Genival Lacerda. Saxofones de plástico, kazoos, pianinho de brinquedo e tecladinhos de 1,99 estão à solta. Um antigo Stylophone (brinquedinho musical já usado por David Bowie nos tempos de Ziggy Stardust) faz o solo de guitarra de “I Saw You Saying”, dos Raimundos. Aliás, pra não ficar só inglês macarrônico, lá estão o italiano em “Datemi Un Martelo” (Rita Pavone) e o espanhol/inglês de “Livin La Vida Loca” (Ricky Martin). Outras canções que visitam o inglês são “Private Idaho” (The B 52’s) e “Every Breath You Take” (The Police), que soam como uma declaração de amor aos anos 80, maior fonte de inspiração da banda. 

No setor “nacional”, temos um impagável samba de brinquedo, versão de “Kid Cavaquinho”, conhecida na voz de Maria Alcina, cantada com suíngue inédito pela Fernanda. Gilberto Gil é lembrado em “Palco”, joia de sua fase afoxé/disco, arranjo dançante pra passos desengonçados, pra arredar os móveis da sala!

“Mamãe Natureza” (Rita Lee) traz a única participação de Nina Takai e Mariana Devin, cantoras mirins originais do primeiro Música de Brinquedo. Foi gravada há mais tempo, e desde então suas vozes já mudaram – perderam o posto para a nova geração! “Rock da Cachorra” de Eduardo Dussek põe a criançada para latir e “Não Se Vá” (Jane e Herondy) revela os dramas pessoais de Ziglo e Groco, monstrinhos que acompanham a banda nas turnês.
O projeto gráfico caprichado traz o trabalho de Andrea Costa Gomes sobre as ilustrações de Anna Cunha. Como os anteriores, o “Música de Brinquedo 2” não é só bom de se ouvir, mas bonito de se ver, de presentear, de receber e guardar com carinho. 


Passados 7 anos desde o primeiro “Música de Brinquedo”, esse projeto improvável do Pato Fu ganhou prêmios, virou DVD e uma turnê que nunca acaba,além de ter mil outros desdobramentos. Pois bem, eis aí o “Música de Brinquedo 2”. E isso é só o começo. Ninguém segura o Pato Fu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad